Notícias - Premiados da IV Gala Viva frutas e legumes de Portugal

23/11/2017

A direção do COTHN premiou, no passado dia 16 de Novembro, no âmbito da IV Gala Viva Frutas e Legumes de Portugal, que teve lugar no CNEMA algumas entidades e pessoas que se distinguiram nas mais variadas áreas. Assim os premiados da Gala de 2017 foram:

Prémio Exportação:

Lusomorango: Organização de Produtores de Pequenos Frutos, S.A., foi fundada em 2005, sediada no Concelho de Odemira. Tem produção distribuída por três zonas geográficas de Portugal (Santarém, Alentejo e Algarve), onde produzem framboesas (390 hectares), mirtilos (82 hectares) e amoras (26 hectares). O número de produtores associados tem estado a crescer, chegando hoje aos 34 e o volume de negócios de 44 milhões de euros em 2016. Só a Lusomorango representa 37,6% dos 117 milhões de euros que Portugal exportou em pequenos frutos.

 Madrefrutas: organização de produtores no conjunto dos seus sócios, tem 127 hectares de produção de frutos vermelhos em estufas, cujas quantidades previsionais de produção são: (framboesa 2500 toneladas, Morango 30 toneladas, Mirtilo 1 tonelada e Amora 5 toneladas). Do total produzido, cerca de 80% é destinado exportação.

 

Prémio Promoção DOP e IGP´s:

MacDonald´s: A cadeia norte-americana de fast-food McDonald’s tem reforçado a sua aposta na fruta portuguesa, com o lançamento gama “Origens” da McDonald’s Portugal, em 2014, que teve por base a recriação do seu famoso gelado Sundae com coberturas à base de pêra Rocha do Oeste (DOP), Maçã de Alcobaça (IGP) e Ananás dos Açores (DOP) a Cereja da Cova da Beira (IGP).

Associação de Produtores de Maça de Alcobaça: O projecto da APMA permitiu dar uma enorme visibilidade à IGP Maça de Alcobaça, sendo considerada um dos melhores exemplos a seguir. Através da sua acção tem conseguido colocar a Maçã de Alcobaça, como uma das maçãs mais prestigiadas do País, baseando a sua estratégia na elevada qualidade diferenciadora ao nível da cor e sabor. Com a criação da marca colectiva foi também possível transformar “concorrentes em parceiros de negócios”, conseguindo desta forma uma  promoção da IGP consolidada e de sucesso

Prémio Promoção dos produtos nacionais no exterior

Portugalfresh: Muito do seu trabalho é espelhado no aumento da presença nacional forte e conjunta nos vários certames internacionais, que de algum modo contribui para que se passasse dos 780 milhões de euros exportações em 2010 para os 1310 milhões de euros em 2016.

Prémio Inovação

Mendes e Gonçalves (Paladin):  No âmbito do seu plano de desenvolvimento, a Mendes Gonçalves comprou a marca Paladin e relançou-a em 2013. A inovação dos produtos é baseada em produtos hortofrutícolas nacionais dos quais destacamos os vinagres de fruta (uvas do Vale da Rosa, Pera Rocha do Oeste, maracujá, frutos vermelhos e Tomate do Ribatejo) e os piripiris (piripiri sacana com ananás, piripiri com fruta limão).

Prémio Empreendedorismo

Kiwi Greensun: Na década de 90 detinham já 22 hectares de plantações e em 2008 a Kiwi Greensun tornou-se o maior produtor de kiwis da Península Ibérica. Atualmente, conta com 32 produtores que somam uma área de plantação de 323 hectares. O volume de negócios da campanha 2016/2017 ultrapassou os 5M euros, com as exportações a representar uma fatia de 70%, com especial destaque para o mercado espanhol. Prevê-se que continue a crescer, com o objetivo de atingir uma produção de 10.000 toneladas de kiwi.

Prémio personalidade

Eng.º Manuel Évora:  Apaixonado pela agricultura e o agroalimentar, e acreditando profundamente no movimento associativo, tinha um enorme orgulho da fileira hortofrutícola nacional, pois era um forte defensor da qualidade indiscutível e diferenciadora das nossas frutas e hortícolas. A criação e o seu emprenho na criação da Portugal Fresh foi a concretização de um acreditar na elevada qualidade da marca Portugal e que só juntos se conseguiria o incremento das nossas exportações. Era um homem de convicções, ousadia, coragem, persistência e resiliência, atributos tão necessários para quem se dedica verdadeiramente a esta fileira e que fizeram do Eng.º Manuel Évora uma personalidade ímpar.